Sum Ting Wong e Vinegar Strokes falam sobre diversidade em RuPaul Drag Race UK

Tradução do texto de Reiss Smith originalmente postado no Pink News.

__________________________

A falta de diversidade no elenco principal tem levantado inúmeras reclamações quando as competidoras de Drag Race UK foram reveladas.

Das 10 queens que entraram no Werk Room, somente duas não eram brancas: Vinegar Strokes, que tem ascendência negra caribenha, e Sum Ting Wong, que é a primeira geração chinesa de ascendência vietnamita.

Para Sum Ting, isso não era um problema, já que para ela uma drag precisava conseguir entrar pelo seu mérito e nada mais.

“Eu sou uma chinesa gorda, eu acabo entrando em diversas caixas”, ela contou para o Pink News.

“Mas em um show como RuPaul’s Drag Race, a única categoria que você se candidata são carisma, originalidade, coragem e talento”.

“É uma conversa maior, maior que Drag Race, mas eu sinto que nós estamos aqui pelo nosso mérito e habilidade, não somente pela nossa aparência”.

Sum Ting e Vinegar ambas concordam que a falta de diversidade na tela é reflexo das inscrições para o programa.

“Você tem que entender que o Reino Unido é um país muito menos, então a quantidade de drags é muito menor”, disse Vinegar para o Pink News.

“Quem realmente se candidatou? Se cinco drags racializadas se candidataram provavelmente somente uma ou duas realmente estariam no nivel para participar do show.

“Vamos olhar para o elenco – ele é diversificado, sim, ele é”.

Olhando para o passado da franquia, existem poucas razões para não acreditar nelas.

Mas isso significa que Drag Race UK tem um passe livre quando o assunto é diversidade?

A maior evidência é como drags britânicas são tratadas no mundo real.

Nos Estados Unidos, inúmeras drags tem apontado que os fãs do show são preconceituosos. Como apontado por Bob The Drag Queen em junho de 2018 “muitas das drags mais populares estão na categoria de magras e brancas”.

“E nenhuma drag, com exceção de RuPaul, tem mais de um milhão de seguidores no Instagram. Não é o programa. É a base de fãs”, ela disse.

Apesar de isso ter mudado – desde o ano passado, Bob e outras drags tem quebrado a barreira de um milhão de seguidores – um padrão semelhante está surgindo no Reino Unido.

Com 62.000 seguidores no Instagram, Vinegar é a menos popular de todas as 10 competidoras. Sum Ting, com os seus 95.000, tem uma melhor colocação, mas ainda está muito atrás de Gothy Kendoll (101 mil) e Scaredy Kat (108 mil).

Quando essa disparidade se torna problemática é quando a falta de popularidade é traduzida em algo ainda mais profundo.

Kennedy Davenport é uma das drag que já reclamaram sobre os diferentes padrões de tratamento entre ela e drags brancas.

“Se eu – ou outra drag negra – faz um comentário malicioso, nós somos categorizadas como vadias ou amargas ou algo negativo”, disse Kennedy para a Billboard.

“E alguém que não é negra pode dizer a mesma coisa, e eles irão dizer ‘nossa, como ela é engraçada! Ela só está brincando!” Isso aconteceu, isso é uma prova”.

__________________________

Links relacionados:

Matéria original (Em inglês): Drag Race UK queens Sum Ting Wong and Vinegar Strokes spill the tea on the show’s diversity

Como é ser a primeira vencedora trans de Drag Race

Franquia de Drag Race coroa a primeira participante trans

Falando de raça e interseccionalidade em Drag com Victoria Sin

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: