Vigilância de Direitos Humanos da Coréia do Sul reconhece o terceiro gênero em documentos oficiais

Tradução do texto de Kang Seung-Woo originalmente postado no The Korea Times.

_________________

A vigilância estatal de direitos humanos da Coréia do Sul adicionou a opção de gêneros não binários em documentos oficiais de petição em um movimento para abraçar pessoas LGBT.

A Comissão Nacional de Direitos Humanos da Coréia (NHRCK) será a primeira organização a oferecer a opção de gêneros neutros em documentos oficiais.

“Depois de recentemente receber uma petição para que pessoas tenham a permissão de selecionar uma terceira opção de gênero em documentos, o departamento responsável fez a sua revisão e concluiu que era possível essa permissão”, disseram os oficiais da NHRCK.

“Nós estamos agora trabalhando para mudar os nossos formulários de petição para refletir essa decisão, e novos documentos estarão disponíveis depois de alguns meses”.

Aqueles que entravam com uma petição para a comissão deveriam identificar-se como homem, mulher, homem trans ou mulher trans em suas inscrições.

“Nós aceitamos os pedidos das petições de que poderiam existir mais do que quatro opções”, o oficial afirmou.

Porém, a comissão possivelmente será o único corpo governamental a ter a opção para gêneros não binários porque ela não tem nenhum plano atualmente de recomendar essa mudança para outros corpos oficiais.

“Nós ainda iremos discutir se iremos fazer a recomendação da implementação se recebermos uma petição relevante”, disse o oficial.

Além disso, a NHRCK está considerando expandir a opção para gêneros não binários para outros documentos que requerem identificação de gênero além dos formulários de petição.

A mudança veio depois que a comunidade LGBT local, a Trans Liberation Front, apresentou essa questão no dia 27 de março.

“Apesar da NHRCK tem opções divididas em dois gêneros – masculino e feminino, elee não corresponde ao seu principal objetivo de proteger os direitos humanos e lidar com o abuso de direitos”, o grupo afirmou.

Muitos da comunidade LGBT demandaram que a classificação binária fosse abolida ao redor do mundo, e eles insistiram que junto dos gêneros masculinos e femininos, existam também gêneros trans não binários.

Em muitos países a opção de gêneros não binários permitem que as pessoas marquem X assim como masculino ou feminino como os seus gêneros.

Alemanha, Canada, Austrália, Nova Zelândia, Índia, Paquistão e alguns estados dos Estados Unidos permitem que pessoas se identifiquem como não binárias em documentos governamentais. Os Países Baixos e a Áustria estão também considerando fazer o mesmo.

Apesar da decisão da comissão, a Coréia ainda tem um longo caminho pela frente para que pessoas LGBT sejam aceitas pela maioria pública.

De acordo com o relatório da Organização pela Co-operação Econômica e de Desenvolvimento (OECD), a Coréia do Sul era a quarta pior colocada em termos de inclusão de pessoas LGBT.

No relatório, que foi realizado entre 2001 e 2014, a Coréia marcou 2,8 pontos, na frente somente da Turquia (1,6), Lituânia (2) e Lativia (2,4).

A média da OECD era de 5,1 pontos. O Japão marcou 4,8 pontos, e os Estados Unidos e o Canadá marcaram 5 pontos e 5,7 pontos respectivamente.

“A Coréia está ficando para trás em comparação com a média da OECD na questão da aceitação da homossexualidade”, disse a OECD. “A baixa aceitação de pessoas LGBT coloca eles em alto risco de discriminação”.

_________________

Links relacionados:

Matéria original (Em inglês): Human rights watchdog recognizes third gender in official document

Drag queens de Seoul lutando contra o conservadorismo

Coreanos LGBT residentes na Alemanha retornam a Seoul para o Festival de Cultura Queeer

Por que eu me tornei uma ativista drag na Coréia do Sul

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: