Participante de reality de culinária compartilha mensagens de ódio que recebeu depois de se assumir

Tradução do texto de Graham Gremore originalmente postado no Queerty.

_______________________

O cozinheiro Rav Bansal é um ex-participante do reality The Great British Bake Off. Ele também é gay. E sikh.

Em seu twitter ele compartilhou uma carta que ele recebeu de alguém que se declarava um “grande fã” mas que estava “profundamente ofendido” ao saber que ele era gay quando ele apareceu no programa Sunday Morning Live da BBC para falar sobre como foi sair do armário para os seus pais sul-asiáticos.

“Eu recentemente vi um vídeo seu na BBC onde você falava sobre ser gay e Sikh, e eu não pude ficar mais desapontado”, afirmava a carta.

“Eu sinto que você está promovendo uma imagem falsa de ser uma pessoa que segue a religião, mas você promove um estilo de vida perverso como se fosse algo que você deve se orgulhar. Isso é algo que você deveria manter para você mesmo”.

A carta continua acusando o chef de 31 anos de se envolver em “comportamentos lascivos” que o autor afirma que “não receberá o meu apoio se continuar nesse caminho”.

“Eu tenho duas crianças pequenas e eu não quero que elas sejam expostas a esse tipo de material inapropriado”, a carta continua. “Você é uma pessoa pública e tem a responsabilidade de se comportar de uma maneira que não ofensa as pessoas que podem estar te apoiando”.

O autor conclui escrevendo, “eu espero que um dia você se esclareça sobre essa questão”.

Depois de compartilhar a carta com os seus 21k de seguidores no Twitter, Bansal recebeu imenso apoio de amigos e fãs, incluindo alguns de seus colegas do programa Great Britain Bake Off.

Ele respondeu a carta diretamente escrevendo: “Quem seja que escreveu isso, eu espero que um dia VOCÊ se esclareça, pelo bem das suas crianças. Suas palavras somente me farão falar mais alto e forte”.

Ele continuou em outro tweet, avisando seus seguidores que ele não deixou que a carta de ódio não o deixou mau. Ele escreveu: “Olá pessoas maravilhosas. Só para vocês saberem, eu estou muito bem. Todo o amor e positividade que veio para mim nos últimos dias foi imenso. Muito obrigado. O ódio nunca irá ganhar”.

_______________________

Links relacionados:

Matéria original (Em inglês): Reality star shares hate mail he received after coming out as gay

O diário de uma mulher muçulmana ainda dentro do armário

Ian Alexander: Vida em cores

A filha da minha mãe, o filho do meu pai: o relato de uma mulher chinesa trans sobre encontrar alegria em ritos ancestrais de morte

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: