90% dos candidatos trans do Japão afirmam enfrentar desconforto na busca de empregos

Tradução do texto originalmente postado no The Mainichi.

__________________________

Cerca de 90% dos candidatos trans que buscam emprego já tiveram problemas com o processo estruturado de contratação, como o “terno de recrutamento” padrão de entrevistas e as caixas de opção de gênero em formulários e currículos padronizados, de acordo com uma recente pesquisa.

O estudo da organização sem fins lucrativos ReBit também descobriu que cerca de 40% de pessoas homossexuais e bissexuais que procuram empregos tiveram momentos negatios durante o processo de contratação, incluindo questões sobre a sua sexualidade durante as entrevistas. Porém, poucos dos entrevistados consultaram organizações de apoio empregatício sobre os incidentes, enquanto as respostas também apontaram para a escassez de esquemas de apoio para candidatos LGBT.

ReBit, se dedica à promoção da aceitação e compreensão de pessoas LGBT da infância até a entrada na vida adulta, conduzindo pesquisas na internet desde julho até setembro do ano passado, analisando as respostas de 241 pessoas LGBT que procuram emprego no Japão nos últimos 10 anos.

Os entrevistados escolheram as respostas mais apropriadas de uma lista de problemas de busca de emprego que eles talvez tenham enfrentado por serem minorias sexuais. A resposta mais comum entre pessoas trans, mais da metade das respostas, foi o desconforte de como preencher a opção gênero nos seus currículos padronizados e em formulários de entrada. Cerca de 30% se sentiram estressados na hora de cortar o cabelo ou comprar um “terno de recrutamento” e bolsas que claramente identificavam se o entrevistado era um homem ou mulher.

Cerca de 40% dos homossexuais e bissexuais responderam que eles sofreram sendo minorias sexuais na busca de empregos. Especialmente, quando funcionários dos recursos humanos ou entrevistadores levantaram questionamentos ou fizeram declarações supondo que os entrevistados fossem cis-heterossexuais. Isso tornou impossível para os entrevistados comunicarem sobre as suas identidades sexuais durante as entrevistas.

Além disso, 96% de todos os entrevistados nunca procurou o departamento de empregabilidade ou serviços de consultoria pública para falar desses incidentes, tanto pela falta de informação como pela crença de que nada poderia ser feito a respeito.

ReBit também ofereceu consultoria para 239 pessoas envolvidas no apoio de busca de empregos nos últimos cinco anos. Pessoas LGBT formam uma pequena porcentagem da população, e enquanto muitos dos entrevistados tinham grande consciência sobre minorias sexuais, cerca de 60% afirmaram nunca terem oferecido ajuda para pessoas LGBT em busca de emprego.

Os resultados sugerem que a ajuda na busca de empregos para membros LGBT ainda permanece fraco e eles encontram muitas dificuldades para falar sobre a sua sexualidade e identidade de gênero nesses contextos. Cerca de 95% das respostas para a pesquisa envolvendo assistência de emprego afirmaram que sentiam a necessidade de um apoio para minorias sexuais durante a busca de empregos.

“Existe um grande papel a ser desempenhado por organizações de apoio para essas pessoas. Existe a necessidade de conscientizar equipes e promover aprendizado sobre as questões através da criação de materiais e realizações de seções de estudo”, recomendo a  chefe da ReBit, Mika Yakushi.

__________________________

Links relacionados:

Matéria original (Em inglês): 90% of transgender job seekers in Japan face problems, discomfort: survey

Governo japonês revela pasta com projeto de lei que promove “compreensão sobre questões LGBT”

‘Afternoon Breezes”: O cinema LGBT de Hitoshi Yazaki é revisitado

Comunidade LGBT japonesa espera que a eleição de um legislador gay estimule o debate de legislações pró-LGBT

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: