Hayley Kiyoko se lembra que já pedirem para ela expressar “menos a sua sexualidade”

 

Tradução do texto de Glenn Garner originalmente postado na Out.

_______________________________

Em 2018, Hayley Kiyoko reivindicou o seu título de ícone gay. Com vídeos sáficos como “Curious” e “What I Need”, o seu primeiro álbum, Expectations foi uma vitória para todas as meninas lésbicas. Uma das honradas pela OUT100, foi até mesmo chamada de “Jesus Lésbica” pela mídia.

Mas, nós quase não tivemos esse ícone lésbico que é a Kiyoko. Em uma entrevista com a i-D, a artista se lembra de terem pedido para ela “expressar menos” a sua sexualidade no começo da sua carreira.

“‘Gils Like Girls’ era muito violento e muito sexual para muitas pessoas na premiere”, disse Kiyoko. “Quando você está na comunidade LGBT e você é aberto sobre a sua sexualidade, não é comum você ouvir a sua música nas rádios. É mais comum que ela seja tocada em espaços fora do circuito e marginalizados com uma audiência bem pequena. É por isso que isso é um tempo excitante para quebrar essas barreiras de… eu não diria julgamentos, mas quebrar fora da caixa”.

Para a nossa sorte, Kiyoko foi firme e abraçou a sua sexualidade, que não somente elevou a sua carreira mas a transformou em uma voz importante para a comunidade LGBT. E o vídeo “Girls Like Girls” que foi condenado como muito sexual conseguiu alcançar mais de 100 milhões de visualizações no Youtube.

“Minha sexualidade, me amar, e expressar meu amor por outros não é algo negociável”, ela adicionou. “Não tem como eu ser menos porque essa sou quem eu sou e isso é o que eu experiencio. Eu não posso mudar isso”.

_______________________________

Links relacionados:

Matéria original (Em inglês): Hayley Kiyoko Recalls Being Asked to ‘Tone Down’ Her Sexuality

Humilhando passivos com um toque de “não curto orientais” – Entrevista com Hoang Tan Nguyen sobre o seu novo livro

Crescer sendo Queer e muçulmana pode ser assustador. Por isso conto a minha história

Perfil: Ian Alexander e a representatividade da juventude trans

Um comentário em “Hayley Kiyoko se lembra que já pedirem para ela expressar “menos a sua sexualidade”

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: