Universidade de Tarlac nas Filipinas permite que alunas trans usem vestidos na cerimônia de formatura

Tradução do texto de Jervis Manahan originalmente postado ABS-CBN News

_________________________________

A organização da Universidade do Estado de Tarlac (TSU), decidiu de último minuto que permitiria que estudantes trans usassem vestidos durante a cerimônia de graduação. uma ação que uma das alunas declarou como uma vitória para a comunidade LGBT.

O direção da escola chamaram as estudantes na tarde da graduação afirmando que elas poderiam receber o diploma caso quisessem usar vestidos, mas não poderiam participar da marcha de graduação, disse a graduanda em comunicação Ivern Doroteo Arcache.

Apesar disso, a escola não impediu que elas participassem da marcha com o resto da sua classe mesmo usando vestidos.

Arcache, que recentemente foi coroada como Rainha das Filipinas 2019, inicialmente usou um vestido tradicional, um barong, durante a procissão como um sinal de respeito a administração da escola. Ela mudou para um vestido depois de receber o seu diploma.

“Nós não vamos devolver o tratamento duro e as palavras dolorosas que eles jogaram em nós. Nós queremos mostrar para eles que nós, membros da comunidade LGBT, temos respeito e merecemos respeito”, ela disse.

“Que o meu vestido seja um sinal de que eu irei levantar a minha voz por aquilo que eu acredito e que seja um sinal de que eles nunca poderão esconder as nossas verdadeiras cores”.

20190618-tarlac-trans-1
Ivern Doroteo Arcache posando para fotos da sua graduação.

Arcache compartilhou que os seus ritos de graduação aconteceram pacificamente, sem muita fanfarra ou conflitos.

“Eu abri os meus braços para a administração e saudei a presidenta e apertei as mãos do painel incluindo o nosso reitor para mostrar que eu não guardo raixa e ainda respeito eles”, ela disse.

Arcache disse que essa foi uma pequena vitória para a comunidade trans dentro da universidade, especialmente agora que o país está celebrando o mês do orgulho.

20190618-tarlac-trans-3

“Eu espero que outras estudantes trans que se formem nos próximos anos não precisem enfrentar as mesma situações que nós passamos”, disse Arcache.

Alunas tinham que vestir um vestido longo e alunos deveriam vestir barong de cores creme com calças pretas, de acordo com um memorando enviado pelo escritório do presidente da universidade.

O diretor de relações públicas da TSU, Jazzel Manalo, clarificou para a ABS-CBN News que não houve mudanças na decisão oficial da universidade, e que detalhes foram implementados ao memorando.

“Mesmo que elas desafiem o código de vestimenta, desde que elas não passem da linha da decência, elas ainda poderão subir no palco para receber os seus diplomas”, disse Manalo em sua declaração.

Manalo adicionou que Arcache seguiu as regras de vestimenta “como ela vestiu um barong feminino de cor creme, uma calça preta de estilo feminino, e sapatos pretos, ela recebeu a permissão de se unir da procissão”.

O memorando não indicava um código de vestimenta específico para estudantes trans.

_________________________________

Links relacionados:

Matéria original (Em inglês): LGBT victory: Tarlac university lets transgender students wear dresses in grad rites

Apesar da chuva, centenas marchampela igualdade na Parada do Orgulho de Manila

Presidente das Filipinas afirma ser um “gay curado”

Presidente das Filipinas afirma que 40% dos rebeldes do país são gays

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: