Drag Queen conta como foi marchar ao lado de seu pai na Parada de Mumbai

Tradução do texto de Rik Glauert originalmente postado no Gay Star News

___________________________

Galã gay e com a bandeira LGBT em mãos, Sushant Divgikar, caminhou de mãos dadas com o seu pai montado na sua persona drag, Rani Ko-HE-Nur, na Parada do Orgulho de Mumbai.

“Meu pai segurou a minha mão e combinou as suas roupas com a minha” disse Divgikar. “Quando eu caminhei com o meu pai eu sabia que a sua mão era o que mais importava para mim, e eu segurei forte nela”.

Divgikar foi coroado Mr Gay india em 2014. Ele também ficou no top dez de diversos outros prêmios como Mr Gay daquele ano.

Hoje com 28 anos, Divgikar passa os seus dias como modelo, cantando, atuando, e militando pelos direitos LGBT.

Um forte aliado da comunidade LGBT da Índia, o pai de Divgikar já participou de cinco paradas de Mumbai. Mas essa foi a primeira que caminhou ao lado de Rani.

Rani-Ko-HE-Nur-at-Mumbai-Pride
Rani Ko-HE-Nur na Parada de Mumbai

Quebra de recordes

Um número recorde de 15.000 pessoas participaram da Parada Queer Azaadi de Mumbai esse ano.

A celebração anual foi a primeira parada no subcontinente depois que a homossexualidade foi discriminada em 20148.

“Esse ano foi realmente incrível” disse Divgikar. “Foi tão vibrante e com tantos participantes”.

“Nós também celebramos o fim de uma lei arcaica, a seção 377 do Código Penal, que foi imposto sobre nós pelos ingleses durante a era colonial” ele explica.

Rani-Ko-HE-Nur-and-her-father-attend-Mumbai-pride.jpg
Rani Ko-HE-Nur e seu pai durante a parada de Mumba

“Nosso maior aliado”

Divgkar disse que o seu pai se tornou um grande aliado da comunidade. “Ele ficou muito emocionado de ver tantas pessoas nesse ano”, contou Divgikar para o Gay Star News.

“Ele não é somente o meu pai mas um pai para toda a comunidade de minha cidade e do país”, disse Divgikar. O seu pai “guiou não somente crianças mas também os seus pais a tornarem o processo de sair do armário mais fácil”.

Quando Divgikar tinha 18 anos, foi o seu pai que ajudou ele a sair do armário. “Ele me disse que não teria problema em ser quem eu era e seguir a sua verdade, ele me disse que me protegeria e cuidaria de mim mais do que antes”.

A primeira vez que o pai dele o viu em drag, ele disse: “Uau, se nós tivéssemos uma filha, era assim que ela seria”.

“Ele até sugeriu que eu vestisse gajra (flor tradicional) no meu cabelo para adicionar um tempero indiano para a minha montagem”.

“Eu tinha lágrimas nos meus olhos”, disse Divgikar.

Indian-drag-queen-Rani-Ko-HE-Nur-and-her-father-at-Mumbai-Pride
Drag Queen indiana Rani Ko-HE-Nur e o seu pai na Parada de Mumbai

___________________________

Links relacionados:

Texto original (Em inglês): How this Indian drag queen felt marching at Mumbai Pride with his father

Índia realiza a segunda edição de um desfile de moda andrógena

Material didático indiano afirma que sexo antes do casamento é um meio de transmissão do HIV

Corte de Madras, na Índia,proíbe cirurgia de normalização sexual em crianças intersexuais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: