Programas de planejamento familiar deveriam abordar as necessidades de pessoas trans

Tradução do texto de Muhammad Sarim Imran originalmente postado no Gaylaxy

_______________________

Ações de agregação e deveres compartilhados sobre a luta para um mundo com igualdade de gênero é vital. O Dia Internacional das Mulheres é um dia comemorado mundialmente que toca na luta social, econômica e política de mulheres, incluindo mulheres trans.

Agora, quando falamos sobre o programa de Direitos de Igualdade e Equilíbrio de Gênero na Saúde e Reprodução (SRHR), nós precisamos prestar atenção especial para mulheres trans. Direitos e saúde reprodutiva – incluindo a decisão de ter filhos – são direitos básicos independente da identidade de gênero, mas essa identidade pode ser uma barreira no acesso a serviços de planejamento familiar por causa dos estigmas e da discriminação.

Programas de planejamento familiar deveriam endereçar as necessidades únicas de pessoas trans para a reprodução e planejamento familiar, incluindo doação de óvulos, gestação, doação de esperma, etc. Eu acho que as necessidades do planejamento de pessoas trans é uma área pouco estudada. Minorias LGBT tem necessidades de planejamento familiar, tanto similares como distintas daquelas de casais cis-heterossexuais. No geral, a compreensão das necessidades distintas do planejamento de famílias de pessoas trans é limitada e mais pesquisa se faz necessária, com particular atenção na questão de disparidades relacionadas ao seu status como minoria sexual e outros fatores como raça/etnicidade, que podem criar outras camadas de stigma e discriminação.

As barreiras a serem superadas são enormes, e incluem não somente a falta de acesso a serviços de saúde e de segurança, mas também por causa dos estigmas e discriminação, assédio, violência, e violações do direito a cada momento. Os direitos de pessoas trans deve ser tratados levando em conta questões sociais, de legitimidade, históricas, médicas e legais para a afirmação de gênero como necessidades chaves na formação de qualquer mediação.

Fazer as mudanças vistas aqui são possíveis mas irão requerer não somente os direcionamentos de defesa, política, programação e pesquisas apresentados aqui mas a luta e ação local, nacional e global. Nós podemos ajudar a acolher pessoas trans com o conhecimento e a habilidade de lutar pelos Direitos de Saúde Sexual e Reprodutiva já que essas são decisões de vida importantes que irão mudar o seu futuro.

_______________________

Links relacionados:

Matéria original (Em inglês): Family Planning Programs Should Address Needs of Transgender People

Abandonadas: somente 2% das pessoas trans da Índia moram com os pais

Filme de Bollywood que conta a história de um romance lésbico estreia na Índia

Índia: Descolonizando o legado homofóbico do império britânico

Um comentário em “Programas de planejamento familiar deveriam abordar as necessidades de pessoas trans

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: