Autoridades malaias abrem investigação sobre um “Jantar LGBT”

Tradução do texto de Rik Glauert originalmente postado no Gay Star News.

_____________________________

Autoridades da Malásia prometeram lançar uma investigação de uma suposta festa LGBT da cidade de Malaca.

Os convites para a festa “Noite de Malaca” causou uma comoção nas redes sociais por apresentar uma drag queen.

Nós não iremos permitir esse tipo de promoção e programação LGBT ser realizada em nosso estado” disse o chefe de estado Andly Zahari, de acordo com o Malay Mail.

“Nós iremos conduzir uma investigação através das agências competentes, incluindo a força de segurança do estado” ele afirmou.

Ele também afirmou que as autoridades irão tomar “ações firmes” contra os organizadores se eles tiverem ofendido as regulamentações e as leis.

A Malásia, onde a homossexualidade é ilegal, está se tornando cada vez menos tolerante com a população LGBT.

O país tem observado uma perseguição de indivíduos LGBT incentivados por fundamentalismos religiosos de políticos.

Organizadores da Marcha da Mulher também estão sendo perseguidos depois de terem incluído demandas por direitos LGBT.

O primeiro ministro do país também afirmou ano passado que direitos LGBT são conceitos ocidentais e não malaios.

Não era uma festa LGBT

Gisele Rimong, uma ativista trans da Justice for Sister, conversou com os organizadores.

Eles contaram que cancelaram o evento por razões de segurança.

“Eles estavam preocupados de que se as autoridades tomassem uma ação, isso poderia afetar os negócios” ela contou para o Gay Star News.

Ainda, Rimong afirma, o convite privado do evento não era para uma festa LGBT.

Organizadores fazem uma festa anual voltada para a indústria de maquiagem.

Mas, ela conta, a drag queen, que foi colocada no convite, causou controvérsias.

Ela conta que boa parte da reação LGBTfóbica em Malaca aconteceu nas redes sociais.

Mas, ela conta, mulheres trans são as mais vulneráveis porque são as mais visíveis.

_____________________________

Links relacionados:

Matéria original (Em inglês): Malaysia investigates ‘LGBT dinner’

“Não existem gays na Malásia” afirma ministro do turismo

Malásia censura cenas gays do filme Bohemian Rhapsody

Mulheres malaias condenadas a castigos corporais por “tentarem sexo lésbico”

Um comentário em “Autoridades malaias abrem investigação sobre um “Jantar LGBT”

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: