Barney Cheng, diretor de Baby Steps, sobre se conectar e se assumir para a sua mãe

Tradução do texto de Barney Cheng originalmente postado na Out Magazine.

___________________________________

Nota do Editor: Baby Steps foi escrito, dirigido e interpretado por Barney Cheng, que refletiu sobre a sua própria experiência como um homem gay com ascendência asiática para contar uma importante e interseccional história. O filme acompanha Danny, interpretado por Cheng, que quer ter um bebê com o seu namorado branco Tate, mas os seus esforços são complicados pelas interferências da sua mãe taiwanesa. Abaixo, Cheng se abre para falar dele e da sua relação com sua mãe, e como criar Baby Steps o ajudou a lidar com essa situação.

***

É um desafio ser asiático e ser gay. Relações familiares e expectativas culturais complicam as identidades estratificadas de meus irmãos e irmãs asiáticos LGBT. Como um imigrante taiwanês, eu sempre tive que navegar através da minha vida pessoal de uma maneira culturalmente única.

Eu vim de uma família criada por uma mãe solteira; minha mãe cuidou de três crianças e dela mesma sozinha. Crescendo em uma casa de imigrantes, eu vi os sacrifícios que minha mãe fez para que eu pudesse ter uma vida melhor aqui. Eu queria mostrar para ela que eu podia alcançar o sucesso para que o trabalho duro e os sacrifícios que ela fez valessem a pena. E isso fez com que me assumir se tornasse especialmente difícil.

Quando eu finalmente me assumi, isso mudou as dinâmicas do nosso relacionamento. Minha mãe e eu raramente falávamos dos aspectos gays da minha vida. Todas as vezes que nós nos reuníamos em família, tias, tios e amigos xeretas mas bem intencionados sempre perguntavam para mim:

“Quando você vai nos convidar para o seu banquete de casamento?”

grace_guei_left_and_barney_cheng_right_in_baby_steps_-_courtesy_of_gravitas_ventures

“Você tem uma namorada?”

Em respeito pela minha mãe, eu normalmente sorria e dava de ombros. E então eles se viravam para a minha mãe e diziam:

“Como que o Barney ainda está solteiro?”

“Ele é bem educado e bem sucedido. Eu aposto que diversas meninas atrás dele”

E então o inevitável:

“Eu conheço uma garota perfeita para o Barney! A filha da minha amiga também mora em Los Angeles. Eu posso arranjar um encontro com os dois nos Estados Unidos”.

Minha mãe iria tentar de maneira muito desconfortável tentar mudar o assunto ou falar sobre as minhas “namoradas”.

Outra dinâmica de relacionamento surgiu quando eu me assumi para a minha mãe. Ela começou a dirigir toda a sua atenção para o meu irmão que poderia potencialmente dar a ela um neto. Minha mãe iria se meter nos relacionamentos do meu irmão, criticar as meninas que ele estava namorando, e até mesmo sabotar os relacionamentos dele, fazendo da vida do meu irmão um verdadeiro inferno.

Por outro lado, minha mãe nunca se interessou pelos meus relacionamentos pessoais. Na realidade, ela nunca perguntou com quem eu estava namorando ou o que estava acontecendo na minha vida pessoal. Muitas pessoas achariam isso libertador – não ter a sua mãe sobrevoando sobre a sua vida – mas para mim, eu me sentia excluído.

Depois de um tempo, nós fomos nos afastando. Eu fiz o meu filme Baby Steps para me comunicar com minha mãe. Eu queria expressar a minha frustração, assim como o meu amor e minha gratidão para ela. Existiam tantas coisas que eu queria falar para ela, mas eram muito difíceis de expressar em palavras. O que eu não podia dizer em pessoa, eu coloquei no filme.

barney_cheng_left_and_grace_guei_right_in_baby_steps_-_courtesy_of_gravitas_ventures

Grace Guei, a atriz que interpreta a minha mãe em Baby Steps, visitou a minha mãe em Taipei. Através de Grace, eu aprendi que depois de ter me assumido para a minha mãe, ela começou a ter pesadelos todas as noites. Foi a época mais difícil da vida dela, e o pior é que ela estava sozinha sem ninguém para conversar. Isso me deixou muito triste. Eu queria ter sabido disso antes e ter conversado com ela mais.

O que eu não podia dizer para a minha mãe, eu escrevi no roteiro. O que a minha mão não podia dizer para mim, ela expressou pelas suas ações.

Quando nós filmamos Baby Steps em Taipei, minha mãe fazia café da manhã todos os dias para ter certeza de que eu estava preparado para o longo dia que vinha pela frente. Nós tínhamos filmagens as cinco da manhã e minha mãe acordava as 3 para fazer o café. Ela não precisava dizer nada, mas eu sentia que ela se importava.

Através da filmagem de Baby Steps, nós dois tomamos passos de bebê para nos conectar na vida real.

Quando nós estávamos promovendo o lançamento de Baby Steps em Taiwan, eu achei que era importante estar completamente assumido como diretor e ator. Minha mãe me surpreendeu ao se juntar a Grace e comigo em um programa de TV para falar do filme. Em rede nacional, minha mãe compartilhou a minha história de sair do armário e as suas lutas.

Ela convidou todos os seus amigos para ver o filme no cinema, e juntou vários amigos para participar de manifestações em apoio ao casamento igualitário em Taiwan. Através do filme, minha mãe “saiu do armário”.

Uma das mais importantes morais de Baby Steps para mim foi que eu subestimei a habilidade da minha mãe de evoluir e abraçar quem eu sou. Imagens são poderosas. Elas divertem, empoderam e curam os corações. Baby Steps deu a minha mãe e a mim a oportunidade de nos conectarmos.

***

Assista abaixo o trailer do filme Baby Steps (Em inglês e mandarim, com legendas em inglês)

___________________________________

Links relacionados:

Matéria original (Em inglês): Baby Steps Director Barney Cheng on Connecting, Coming Out to His Asian Mom 

Ator Jake Choi e a redefinição da sua sexualidade “Caramba, eu me sinto atraído por todos”

A narrativa lésbica na série Runnaway da Marvel

Comediante Peter Kim fala sobre Supremacia Branca

Um comentário em “Barney Cheng, diretor de Baby Steps, sobre se conectar e se assumir para a sua mãe

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: