Vencedora do concurso Miss Trans entra para o partido político mais antigo da Índia.

Tradução do texto de Rik Glauert originalmente postado no Gay Star News.

_______________________________

A primeira vencedora no Miss Trans Queen da Índia entrou para o maior e mais antigo partido político do país.

Veena Sendra, que tem 25 anos, entrou para o partido Congresso Nacional Indiano (INC), em Chhattisgarh.

“Hoje, a Miss India ‘Trans Queen’ Veena Sendre entrou para o partido expressando a sua esperança na ideologia do partido”, tweetou a INC.

“Quando nós dizemos que somos inclusivos. Nós realmente estamos falando a verdade”, começava o tweet.

Veena contou para o Times of India que ela queria trabalhar pelas mulheres e pela comunidade trans, que ainda não são aceitas pela sociedade.

Veena venceu o primeiro concurso Miss Trans Queen Índia no ano passado em Mumbai. O INC foi fundado em 1885 antes da independência da Índia do império britânico.

A demanda de pessoas indianas trans de serem reconhecidas

Ano passado, indianos LGBT celebraram que a Suprema Corte finalmente descriminalizou a homossexualidade. Mas, a comunidade trans marginalizada apontou que ainda permanecem em risco.

Enquanto uma grande decisão de 2014 da Suprema Corte reconhecesse pessoas trans  (em específico hijras) como um terceiro gênero, a comunidade ainda permanece marginalizada.

Pessoas indianas trans e seus aliados tem se manifestado contra o projeto de lei para pessoas trans. Eles querem que o comitê do parlamento na Casa Superior revisem esse projeto.

O parlamento da casa inferior da Índia, o Lok Sabha, aprovou o projeto de (proteção dos direitos) de pessoas trans, esperando que isso protegesse o direito dessa minoria.

Mas, a comunidade trans foi contra, afirmando que esse projeto infringia os seus direitos e não as protegiam. Ativistas organizaram grande protestos em várias cidades indianas contra o projeto.

Políticas indianas trans

Ano passado, Chandramukhi Muvvala foi sequestrada, uma mulher trans de 32 anos que concorria pelo cargo da assembléia estadual da Índia.

Muvvala disse que queria iniciar um partido político formado por pessoas trans.

Até agora o país já elegeu quatro oficiais abertamente trans.

A Índia elegeu a primeira deputada abertamente trans em 1998. A assembléia legislativa de Madhya Pradesh elegeu Shabnam Bano.

E o país já elegeu três prefeitas trams. Kamla Jaan se tornou prefeita de Raigarh em 200. Madhu Kinnar se elegeu em 2015. E Gorakhpur, em Uttar Pradesh, elegeu Aha Devi Aryanayakam como prefeita no mesmo ano.

_______________________________

Links relacionados:

Matéria original (Em inglês): This trans beauty queen just became a politician in India

Filme de Bollywood que conta a história de um romance lésbico estreia na Índia

O primeiro homem a ser absolvido da acusação de “sexo gay” desde a descriminalização da homossexualidade na Índia

Fotos da primeira parada do orgulho em Mumbai depois que a homossexualidade foi descriminalizada na Índia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: