Mongólia realiza o sexto Festival do Orgulho LGBT, alimentando debates on-line

Tradução do texto de Rik Glauert originalmente postado no Gay Star News.

______________________________________

Pelo menos 150 pessoas marcharam pela capital da Mongólia, Ulaanbaatar, no dia 25 de agosto, dando início à sexta edição do festival anual do orgulho LGBT.

Filmagens e fotos de mongóis LGBT e aliados enfrentando a chuva enquanto marchavam pela cidade viralizaram.

Isso causou reações positivas e negativas na internet, contou Nyamdorj Anaraa, co-fundador do LGBT Centre (Mongolia) para o Gay Star News.

“Esse ano foi a maior Marcha pela Igualdade, tanto em termos de participantes como de cobertura da mídia e envolvimento nas redes sociais”, conta Anaraa.

“Isso se deve parcialmente ao fato de que muitos jovens LGBT e aliados participaram e as redes sociais explodiram com mitos preconceituosas que ainda existem na sociedade da Mongólia”.

As Nações Unidas se uniram à marcha pela primeira vez como parte da Campanha Livre & Igual.

Oito dias de evento

A Marcha pela Igualdade foi o primeiro dos oito dias de eventos LGBT que receberam o nome de Dias de Orgulho & Igualdade.

Entre as atividades incluem-se um concerto de Voices-4-Equality, uma exibição artística do Arts-4-Rights, e o Festival de Cinema Queer Beyond the Blue Sky Queer.

“Os Dias de Igualdade & Orgulho ainda não são uma celebração da igualdade”, conta Anaraa para o Gay Star News. “Eles são um lembrete de que nós ainda somos ameaçados como cidadãos de segunda classe por causa de mentalidades e atitudes preconceituosas”.

A Mongólia desciminalizou a homossexualidade no final da década de 80. Ano passado, ela mudou o código criminal do país e criminalizou a discriminação e os crimes de ódio contra a orientação sexual ou identidade de gênero de um indivíduo. Mas a sociedade da Mongólia ainda não aceita completamente as pessoas LGBTI.

A sociedade mongol está mudando rapidamente e a população precisa de mais informações, de acordo com Dorjjantsan Ganbaatar, Gerente do Programa de Saúde do LGBT Centre (Mongolia).

“A maioria dos comentários de ódio vem da falta de educação e ignorância”, ele conta. “Provendo informação e aumentando a conscientização são coisas importantes a serem feitas aqui na Mongólia”.

“Não importa se a reação é negativa ou positiva, iniciar um diálogo aqui na Mongólia sobre essas questões é uma necessidade”.

 

______________________________________

Links relacionados:

Matéria original (Em inglês): Mongolia kicks off sixth LGBTI pride festival, sparking online debate

Ativistas LGBT da Mongólia lutam por direitos e reconhecimento

A semana do orgulho LGBT+ da Mongólia termina com uma grande parada

Menos desejável? Homem gay asiático fala sobre discriminação e o impacto que isso trás

Um comentário em “Mongólia realiza o sexto Festival do Orgulho LGBT, alimentando debates on-line

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: