Conheça esses gêmeos iraquianos que estão quebrando esteriótipos

Tradução da matéria de Charlie Wetton para o Pink News.

_______________________________

Os gêmeos idênticos Michael e Zach se chamam de “colegas de útero”.

“Nosso conteúdo é algo que realmente não foi visto ainda porque estamos mostrando uma perspectiva diferente sobre os homens do oriente médio”, conta Zach para o Pink News.

“As pessoas dizem que nós somos excessivos, que somos muito barulhentos e que iraquianos não deveriam ser dessa forma”.

O par já conseguiu mais de 60.000 seguidores no instagram, desconstruindo esteriótipos do que significa serem gêmeos gays no Iraque.

Quando eles saíram do armário, a mãe deles reagiu “jogando água benta” sobre eles mas a relação entre eles foi melhorando até que encontraram um “meio termo”.

Apesar deles terem muitos seguidores que “passaram pelas mesmas coisas que eles passaram”, e enviam todo o amor e apoio a eles, os dois ainda recebem “um pouco de ódio pelas redes”.

Zach explica que eles recebem críticas vindas da comunidade iraquiana.

Ele conta: “Eu acho que um dos maiores problemas no Iraque é que eles querem ser aceitos nos Estados Unidos como imigrantes ou cidadãos, mas não conseguem aceitar os seus irmãos e irmãs LGBT”.

Instagram.00_00_01_04.Still004-1

Michael continua: “Nós somos quase que uma vergonha para eles, recebemos muito esse tipo de comentário da comunidade iraquiana”.

“Então como que vocês querem que nós aceitemos vocês se vocês não nos aceitam? É uma balança”.

Eles tem muitas características comuns de irmãos gêmeos além da aparência. Eles passam bastante tempo juntos e se divertem como irmãos. E eles não tem medo de trazer a tona histórias sobre as suas infâncias para tentar constranger um ao outro.

Instagram.00_00_01_04.Still003

Fazendo graça sobre o “tipo” de homens que cada um gosta, Zach fala que Michal gosta de homens do tipo “uma bela mulher”. Já Michael fala que Zach é uma “princesa da Disney” que se apaixona rapidamente.

Os irmãos Zakar lançaram um livro, Pray The Gay Away (Orando para expulsar o gay, ainda inédito no Brasil), que conta sobre a história deles ao saírem do armário.

_______________________________

Links relacionados:

Matéria original (Em inglês): Meet the gay identical Iraqi twins smashing stereotypes

Como um muçulmano marrom e descendente de imigrantes paquistaneses se revelou uma estrela de ‘Queer Eye’

Homem árabe conta sobre ser fetichizado por causa da sua etnia e sua situação como refugiado

Esse artista usa desenhos sensuais para exibir o amor queer no mundo árabe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: