80% dos estudantes coreanos não se importam em estudar com homossexuais

Tradução do texto de Chyung Eun-ju para o The Korea Times.

______________________________________

Cerca de 80% dos estudantes de ensino fundamental II afirmam que não teriam o seu relacionamento afetado se descobrissem que um colega de classe é homossexual.

Kim Ae-ra, uma pesquisadora da Universidade de Mulheres de Ewha do Intituto de Mulheres, apresentou a “Pesquisa sobre a Consciência Estudantil sobre direitos de gênero” em um debate sobre igualdade de gênero organizado pela cidade de Seoul.

Um total de 664 estudantes do terceiro ano do ensino fundamental II (16 anos de idade) participaram  da pesquisa entre os dias 4 e 19 de Julho de 2017.

Na primeira pesquisa sobre “descobrindo que um colega é homossexual”, 610 pessoas participaram. Dessas, 18,6% afirmaram que “romperiam laços” ou “manteriam distância”.

Um total de 29,5% (180 pessoas) disseram, “eu me sentiria inconfortável, mas isso não é da minha conta”, 38,4% (234 pessoas) marcaram que “o relacionamento continuaria normal”, e 13,3% (81 pessoas) disseram que “eu perguntaria se eles estavam passando por problemas e tentaria ajudá-los”.

A segunda pesquisa perguntava como que o relacionamento mudaria se um colega fosse transgênero.

Dos 632 estudantes, 24,2% disse que eles iriam terminar a relação e se distanciar; 28,3% (179 pessoas) disseram que não se importavam; 34,5% (218 pessoas) disse que isso não mudaria a sua relação com a pessoa, e 13% (82 pessoas) disseram que teriam empatia pelas angústias da pessoa.

Mais estudantes do sexo masculino do que feminino deram respostas negativas em ambas as pesquisas.

Um total de 13,3% de estudantes do sexo feminino disseram que elas já pensaram sobre suas próprias orientações sexuais e identidades de gênero, enquanto que 3% dos estudantes do sexo masculino disseram o mesmo.

Um total de 33,4% dos 659 estudantes disseram que o ensino sobre minorias sexuais é algo necessário (mulheres: 41%, homens: 26,1%)

Dos 656 estudantes que responderam a pesquisa sobre como a educação sexual era útil, 14,3% disse que educação sexual não ajudava em nenhum sentido, 29% disse que não era útil, 25,3% marcou como satisfatória, e 11,5% disse que educação sexual os ajudou muito.

Dos estudantes que disseram que a educação sexual não era útil, 54,2% disse que já sabiam o que era ensinado, 53,2% disse que estavam cansados de ouvir a mesma coisa, e 35,6% disse que os materiais não ensinavam aos estudantes o que eles queriam saber.

Por outro lado, 70% dos estudantes disseram que eles tinham feito comentários a respeito de gênero e 54,1% disse que se sentiram julgados quando eles não agiam de acordo com o seu gênero.

40% disseram que já usaram palavras abusivas para insultar minorias sexuais.

Desses 40%, 48,9% disse que eles fizeram isso porque os seus amigos também fizeram e 40,1% disse que usaram essas palavras sem intenções de ofender.

Somente 7,3% disseram que eles usaram linguagem abusiva para insultar minorias sexuais de maneira deliberada.

Apesar da homossexualidade não ser criminalizada na Coréia do Sul, a comunidade LGBT não é bem-vinda porque a maioria dos coreanos permanecem ou indiferentes ou intolerantes com a homossexualidade de acordo com a pesquisa da Gallup Korea realizada em Junho de 2017.

O presidente Moon Jae-in,  que já foi advogado de direitos humanos, disse em sua campanha de eleição que ele era contra a legalização do casamento homo-afetivo.

Em maio de 2017, a corte militar sentenciou um soldado gay a seis meses de prisão, e suspensão de um ano, por violar o Ato Criminal Militar. O soldado em questão teve relações sexuais consensuais com outro soldado do mesmo sexo.

_______________________________________

Links relacionados:

Matéria Original (Em inglês): Eighty percent of Korean middle school students do not mind homosexuality

8 ídolos de KPOP que estão desafiando as normas de gênero na Coréia

Se o seu perfil diz “não curto orientais” então você é um “gay lixo”

Arte performática na Coréia do Sul

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: